Paixão Vitoriana
Subscribe

1 ano de Manuel Cajuda

Colocado por WhiteShadow a 27 de dezembro de 2007

Faz hoje precisamente um ano que Manuel Cajuda orientou o seu primeiro treino no Vitória. E logo aí deu sinal de que estaria para mudar, acabando com os treinos à porta fechada e abrindo o clube aos adeptos, pois como dizia, os jogadores não podiam ter "medo" dessa mesma massa associativa que foi e é a mola impulsionadora do clube. Isso ficou bem patente nesse seu primeiro treino, com cerca de 2000 vitorianos presentes. Como dizia na altura "Vi mais adeptos do que provavelmente no último jogo que fiz em Portugal" (nota: tinha treinado a Naval). E definiu bem a direcção da relação com os sócios: "A primeira grande verdade que levo deste treino é que a massa associativa caminhou para a equipa, agora, é importante que a equipa saiba caminhar para os adeptos".

Desde o início que se percebeu que Cajuda chegou com o discurso bem "estudado", e logo aí disse: "Sou pago para arranjar soluções e não para arranjar desculpas. Assumi o risco, sou responsável pelo risco que decidi aceitar e sou o responsável pelo objectivo de subir de divisão". E conseguiu-o, treinando o clube que tantas vezes assumidamente desejou treinar. Acima de qualquer outra coisa, foi um excelente condutor de homens, um aglutinador de vontades e paixões que levou o Vitória de regresso ao seu lugar.

Cajuda começou "mal", perdeu na Olhanense e em Vizela, empatou em casa com o Varzim, mas depois da vitória em Penafiel cumpriu o prometido ("depois de começarmos a ganhar, nunca mais paramos") num ciclo de jogos que agora sabemos que culminou da melhor maneira. E tão diferente é a nossa realidade hoje comparativamente com o "sítio" onde estávamos no ano passado por esta altura...

Por tudo isso, obrigado "Mister" Cajuda! Que para o ano, por esta altura, possa estar a escrever um post sobre os dois anos de Cajuda à frente do Vitória. Seria sinal de que tudo estaria certamente pelo melhor...

PS - A assinalar a data, o JN traz um entrevista com o nosso treinador.

3 remate(s):

Carlos Manuel disse...

Cajuda tem um mérito,indiscutível, nesta grande fase que a equipa de futebol atravessa.

Mas espero ansiosamente que deixe o seu estafado discurso de ter encontrado o Vitória na liga de honra mais perto da 2ª b que da bwin (o que é mentira), de dizer que há um ano era o inferno e agora é o céu, que temos de nos lembrar que vimos da 2ª divisão, , resumindo, precisa da comparação para brilhar.

Eu acho que o Cajuda não precisa da comparação com nada porque o momento é bom e ponto final.

Esperemos que ele próprio também o saiba

Carlos Manuel disse...

Hoje n'O Jogo, aparece um artigo falando no grande "mérito" do descobridor de talentos que é o Cajuda, e citando como exemplo os nossos jogadores Desmarets e Ghilas.

Não sei qual a responsabilidade do treinador nesta afirmação, mas nunca gostei de usurpações.

O mérito da descoberta destes jogadores é de Norton de Matos e ponto final.
Provavelmente alarga-se também a Mohma.

Até já me lembrei se o presidente do Vitória não quererá pedir ajuda ao mister Norton, para mais ma incursão em França, onde parece que há grandes estrelas por tuta e meia.

WhiteShadow disse...

Não vi o artigo, mas sem dúvida que o "seu a seu dono". Desmarets e Ghilas foram duas excelentes descobertas de Norton de Matos, que sempre teve bons conhecimentos do mercado francês.

Quanto a Cajuda, independentemente de por vezes também não concordar com certas "linhas de rumo" do seu discurso, reconheço-lhe o mérito de nos ter tirado do inferno, e por isso tem a minha grande gratidão.